domingo, fevereiro 19, 2006

Urbanização





Tudo o que vivêramos
um dia fundiu-se
com o que estava
a ser vivido.
Não na memória
mas no puro espaço
dos cinco sentidos.
Havíamos estado no mundo, raso,
um campo vazio de tojo seco.

Depois, alguém
urbanizou o vazio,
e havia casas e habitantes
sobre o tojo. E eu,
que estivera sempre presente,
vi a dupla configuração de um campo,
ou a sós em silêncio
ou narrando esse meu ver.

Fiama Hasse Pais Brandão

Fotos:Wind

4 comentários:

hfm disse...

Gostei desta "urbanização do vazio".

António disse...

Olha a Janis Joplin!
Agora vou ficar aqui um bocadinho a ouvir a canção toda.

Obrigado pela visita.
Só faltam 2 episódios...eh eh

Beijinhos

sonia r. disse...

Boa noite Wind.
Desejo uma boa semana.

Bjos.

ferrus disse...

devoram os campos, os monstros de betão. sem piedade!
Uma "floresta" sem alma.

Beijos!